Não nos casamos no civil, estamos em pecado?

O registro civil de um casamento é um atributo cultural, o qual não é obrigatório pela lei em muitos países, inclusive no Brasil. Aos que se unem em matrimonio e não registram civilmente, nossa lei considera uma "união estável", o qual pela própria constituição se converte em casamento (CF 226).


Na bíblia, não possuímos nenhuma ordem expressa de Deus para que a união de um homem e uma mulher seja intermediada por uma terceira pessoa, pelo contrário, o próprio Senhor Jesus afirmou que quem une o homem e a mulher é o próprio Deus (Mt 19:6), e que não se necessita testemunhas para essa união, pois o próprio Deus se faz por testemunha (Ml 2:14). Deste modo, se não é um homem que une, o homem também não pode separar, e de fato, isso se confirma com a afirmação de Paulo que só a morte é capaz de separar um casal unido por Deus (1Co 7:39).


Embora alguns ainda resistam, pois a bíblia nos ordena a sermos submissos as leis dos homens (Rm 13:1), é importante destacar que o registro civil de um casamento não é obrigatório em nosso pais (Brasil), deste modo não existe nenhum crime sendo cometido, tão pouco uma violação das leis dos homens. Ainda assim, a bíblia destaca por meio de Pedro, que se houvesse um conflito nesse sentido, entre leis de homens e de Deus, a dos Alto prevaleceria sempre (At 5:29).

Todo casamento tem solução, independente do que causou a separação, de quanto tempo já passou, ou se o teu cônjuge já casou com outra pessoa.

modelo 1.png