Meu cônjuge quer que o nosso filho se relacione com affair dela(e), o que faço?

Quando os relacionamentos conjugais terminam, é normal (não é certo) que um dos cônjuges decida se relacionar com outras pessoas, e diante disso, deseja que os filhos também se relacionem.


Esse tipo de comportamento, e tal relacionamento novo, por se tratar de uma situação atípica, principalmente porque a nova pessoa busca ocupar um papel que não lhe pertence, quer seja da mãe ou do pai, pode causar nos filhos traumas e transtornos quase irreversíveis, além, de uma contaminação moral. Por isso, a bíblia recomenda que as atitudes dos pais devem ser de preservação da integridade moral da criança (Pv 22:6), no intuito de que a mesma seja mantida alheia a esse novo relacionamento até que se tenha maturidade suficiente de compreender o que está havendo.


O cônjuge que busca introduzir a criança nesse novo relacionamento, não está ciente do que está fazendo (Pv 6:32), pois o adultério lhe cega o entendimento, e por isso, cabe ao cônjuge que está na busca pela restauração e com a guarda do filho, que o preserve de tal exposição.

Todo casamento tem solução, independente do que causou a separação, de quanto tempo já passou, ou se o teu cônjuge já casou com outra pessoa.

modelo 1.png